Troféu SPFW Inverno 2014, um balanço daqueles…

Daí que a semana de moda caiu justamente na semana do Dia das Bruxas… Achei pertinente. Começou com um Halloween no metrô, seguiu dando alguns sustos na platéia, e terminou com um bafafá sobre a burrice por conta do vídeo da Glamour, no qual não há nem mocinhos, nem vilões. É apenas previsível. A moda se deixou deslumbrar pelos ignorantes e agora fica aí de mimimi. Desta vez, assisti a tudo de longe, como qualquer curioso que acompanha a transmissão ao vivo e se mete naquele mundim da moda. Mesmo assim, deu pra fazer um bom rescaldo do que  rolou por lá. O povo comenta, né? Com vocês, aquele nosso velho e bom troféu da temporada. 🙂

Quem brilhou mais: Não tem pra ninguém. Quando Gisele Bündchen está na temporada, não há o que tire o brilho dela. Sem contar a simpatia… Gisele pegou um chapéu atirado por um fã e usou no final do desfile e também pegou um desenho, feito por outra fã, quando estava saindo da passarela. Diva!

_MG_0593

Quem roubou a cena: Karl Lagerfeld. No caso, a vinda do homem forte da Chanel não foi exatamente para o SPFW. Ele veio aí para a abertura da exposição “ The Little Black Jacket”, se manteve com caras de poucos amigos e não escapou de virar piada na internet (o povo todo dizendo que ele é A cara do Chico Xavier!)

Captura de tela 2013-11-02 às 09.04.18

Captura de tela 2013-11-02 às 11.10.19

Taça Halloween: Desfile no metrô. A ideia era aproximar a moda das pessoas, mas, desse jeito, cria-se um abismo onde poderia haver uma ponte. A cara de “Oi?” da galera diz tudo…

Captura de tela 2013-11-02 às 09.29.58

Troféu eu sei o que vocês fizeram no verão passado, no inverno passado…:  O look da Dior surgiu na passarela de Alexandre Herchcovitch, que admitiu que a semelhança é culpa da transparência. Aham…

Captura de tela 2013-11-02 às 09.38.25

Taça FIFA: Osklen. Oscar Metsavaht aproveitou a conjunção Copa do Mundo + Rio de Janeiro + junho/inverno 2014 para fazer coleção inspirada no futebol com a cartela de cores mais óbvia do mundo. Oportunismo, a gente vê por aqui.

OSKLEN MONTAGEM

Troféu vale-transporte: Já que o tema era mobilidade, o melhor destino da temporada foi o Theatro Municipal. Recém-reformado, serviu de palco para Alexandre Herchcovitch e Ellus, que levaram os fashionistas ao centro de São Paulo, de onde saiu todo mundo encantado com o lugar.

theatro-municipal-spfw

Taça Ninguém Sabe, Ninguém Viu: Pedro Lourenço, que depois de toda a polêmica por causa da Lei Rouanet, ainda fez papelão e não apareceu para os aplausos. Que isso, menino? Ficou envergonhado?

Pedro_Louren_o

Troféu Avenida Rebouças: Dona Gloria Coelho, sempre tão refinada, desceu alguns degraus e parece mirar nas madrinhas de casamento sem muita verba. Periguete de butique, piri piri piradinha? Tem pra alugar?

_MG_0419-1

Melhor trilha sonora: Para a Ellus, que desfilou ao som de um coral com 40 vozes masculinas cantando New Order.

9651ee28424811e3954322000a9f134e_8

Troféu Habib’s: Turco Loco, da Cavalera, agradou a comunidade com dança do ventre, música árabe e inspiração beduína-punk.

_MG_0840

Taça Alguém Para esse Moço: Depois de cantar, de trocar modelos por bonecos, desta vez Fause Haten fez o não desfile. Sem convite e com aviso de uma hora de antecedência, promoveu um flash mob na Avenida Paulista, pra todo mundo ver, e as roupas foram todas feitas na FAAP, durante a semana anterior. Tudo aberto ao público. Será que o público entendeu?

FH

Taça caipirinha: Candice Swanepoel, a mais brasileira das tops gringas.

Candice_Swanepoel

Troféu Friboi: Enquanto Tony Ramos fica com a carne, o couro vai todo para o São Paulo Fashion Week. O couro é o material da vez, com destaque para as coleções das estreantes Patrícia Motta e Pat Pat’s.

pat pat IMG_2095

Melhor coleção masculina: Alexandre Herchcovitch. O cabra macho punk rock é um primor de alfaiataria.

Alexandre Herchcovitch Masculino

Melhor coleção feminina: Alexandre Herchcovitch. Apesar da coincidência fashion com a Dior, as delicadas rendas, o couro e o talento do estilista estavam todos lá. As camisolinhas funcionaram.

_MG_0355

Melhor cenário: O sertão de Ronaldo Fraga, que, só pra variar, contou uma linda história feita de roupas, pesquisa, cores e cultura.

_MG_0483

Melhor beleza: Celso Kamura para Samuel Cirnansck, com lindas bonecas de porcelana.

Samuel Cirnansck

Troféu Rick Owens: Uma. Não basta colocar bailarinos na passarela para fazer história, valeu?

UMA COLAGEM

Taça Qual a Necessidade Disso? Amapô. Vou morrer sem entender.

Amapo

Troféu Merchan: Desfile da Melissa. Coloridíssimo!

Captura de tela 2013-11-02 às 11.33.00

Taça Daniela Mercury:  Para o beijo de Alicia Kurtzman e da Isabel Hickmann no  desfile de Lino Villaventura.

Lino Villaventura

Troféu cultura de moda: Para Ted Polhemus , que participou do Fórum Elle, discorrendo sobre moda como antropologia, na Praça das Artes, no centrão de SP.

6436_10151946689959894_1366211413_n

Taça #tudotonto: Como disse minha querida Julia Petit, copiar o  Jimmy Kimmel não faz da Glamour uma revista menos tosca e que inclusive promove loucamente o deslumbre visto nas entrevistas (do tal vídeo, que começou o dia hype e terminou polêmico, como bem observou a Jana Rosa). Há uma incoerência braba aí… a revista faz uma capa com as maiores it-jabazeiras-girls-blogueiras e depois vem fazer piada, revelando apenas que a falta de informação é uma praga. Dentro e fora das redações de moda. Vamos combinar assim: cêis vão estudar, depois vêm falar comigo. Ninguém nasceu sabendo, todo mundo pode aprender e, se tiver preguiça, minha nega, dá um Google. Apenas chega de tanta ignorância.

GLAMOUR

E, pra encerrar, a melhor frase ouvida na semana, devidamente registrada pelo amado Mario Mendes: “Pois é bi, não é que aquela ali agora tá com o rei na barriga negativa?” #muodas

É isso aí. No verão tem mais.

bj

db

Anúncios

Sobre deborahbresser

Não, aqui ninguém verá o look do dia. Sou da escola em que jornalista não é notícia. Nem o que veste, muito menos a bolsa que carrega ou o sapatinho que usa para bater o pezinho no chão cada vez que é contrariado. De meninas mimadas, o mundo virtual está farto. Sim, há blogs... e blogs. Mas gosto mesmo é do conceito original, de um espaço formatado para a exposição de opiniões sem amarras. Ou de informações que possam ser úteis - ou inúteis, desde que divirtam. Sempre estive nas editorias de futilidades, mas sempre argumentei que se meus colegas de Esportes vão ver jogo de futebol e dizem que estão trabalhando, eu também posso ver desfiles... e estar trabalhando. Simples assim. Já ensaiei algumas vezes usar este espaço profissionalmente, mas acabo sendo engolida pelas circunstâncias. Agora, confesso que estou decidida a tocar esse projeto com mais seriedade. São 25 anos de profissão, já vi, ouvi e vivi coisas suficientes neste mundo das modas para poder dar alguns pitacos. E tomar umas pedradas, sem que fiquem nem arranhões. É isso. Aceito sugestões, dicas, dúvidas... vamos em frente.
Esse post foi publicado em Desfiles, Estilistas, Gisele Bündchen, Semanas de Moda, SPFW, Troféu e marcado , , , , . Guardar link permanente.

23 respostas para Troféu SPFW Inverno 2014, um balanço daqueles…

  1. Deborah, é isso aí, humor com critério. Adoro! bj

  2. Spengle disse:

    Bresser, Tu és um alento , quando penso que tudo é e está formatado eis que surge tua escrita…teu texto prático, de leitura e facil entendimento, derruba com sabedoria estas pseudo mestras e doutoras de moda que so faltam tirar as argolas de fake gold das orelhas, colocarem no nariz e postarem o look do dia de Vaca Holandesa. As passarelas e as Faculdades de Moda representam o aspecto doentio do que é fazer Moda. Parabéns! Tu és o novo frescor no meu repertório da soberania crítica de Moda.

  3. César Souza disse:

    hehehehehe.. divertido até e na mira sem machucar …..hihihihih 10 !!

  4. Muita Verdade para tanto mentiroso….

  5. esse laço da modelo da coleção do samuel não ta a cópia do da chanel ano passado? http://revista.vogue.globo.com/diadebeaute/2012/10/inspiracoes-de-paris/

  6. Gazelle Paulo disse:

    my darling Bresser…adoreeiii, vc e` maravilhosa !!!! 😀

  7. Lu Alves disse:

    Pela primeira vez me encantei com a objetividade e humor de uma pessoa em descrever a semana de moda paulista que pra mim aos poucos vem perdendo o foco.Parabéns!

  8. DANIEL MAIA disse:

    Oi Debora…. um super prazer passear aqui , por este espaço, que vc faz com a maior competência e frescor !!! Parabéns, minha querida…conteúdo de qualidade, feito com CONHECIMENTO, tb pode ser palatável e ter leveza….e vc faz isso lindamente… bj !!!

  9. Narda Negrão disse:

    Amapô sempre com o troféu WHAT?!?! da temporada.
    Adorei o post!
    Bjs

  10. Ana disse:

    Onde está esse video?

  11. Gefferson Vila Nova disse:

    Esse desfile do Alexandre Herchcovitch será apresentado na temporada internacional com os recursos da Lei Rouanet?
    Com respeito a sua opinião, mas gostaria de lançar um questionamento. Você acha mesmo que o desfile do Alexandre Herchcovitch foi o melhor da temporada? As vezes acho que no Brasil as pessoas tem medo de discordar dos mitos criados. Eu particularmente admiro o trabalho do estilista, mas acho que esse foi o pior desfile que ele fez em 20 anos de carreira. Da cartela de cores aos shapes. Já o masculino, foi sim um dos melhores, não o melhor.

    Parabéns pelo blog!

    • Eu não tenho medo de discordar dos mitos não. Na verdade, eu vi neste desfile um Alexandre que há muito não se via… Ele já fez coisas espetaculares, e este me pareceu voltar a bons momentos. Sem contar que não vi nada muito melhor, exceto Ronaldo Fraga, que é outro nivel de criação. O masculino, de fato, foi impecável. Obrigada pela visita!

  12. Sitna Souza disse:

    Deborah, gostei do seu texto e concordo com o que vc escreveu. Mas acho que as pessoas nutrem grandes expectativas por um grupo pequeno de estilistas esperando que eles nos mostrem o que vestir, me parece bem início do século XX. É claro que vemos trabalhos bons, mas a moda acontece além do SPFW, e outros eventos.

  13. Marjorie Hattge disse:

    Debora,
    Muito legal!!! Só discordo contigo numa coisa: sua taça “Qual a Necessidade Disso?”. Acho que é uma peça realmente pra sair do óbvio, que é tão comum na moda brasileira. Achei criativa e também acho que se mais marcas ousassem apresentar algumas peças assim – originais e contundentes – nossa moda quem sabe poderia começar a ser vista com outros olhos, não só como o da cópia.
    Beijo.

  14. Betty Feliz disse:

    Débora, vc realmente coloca a moda no seu devido lugar. Tem muita barriga negativa roncando de fome nesta festa pobre metida à rica. Viva o bom humor! No final, só os criativos sobreviverão…ou não!

  15. Ricardo Gomes disse:

    Minha amiga, quantas saudades. Ler seu mega humorado texto mata minhas saudades. Dando uma copiadinha modificada na personagem Valdirene: Você é inteligência Pura! Beijos!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s