Red “carpetes” e nosso desejo incontrolável de dar palpite

cine-vestido-jennifer-lawrence1

Juro, eu fico imaginando uma dessas starlets em dia de tapete vermelho. Neguinha deve suar frio. Elas sabem que todo mundo, das blogueyras mais fubecas às editoras mais poderosas, estarão de olho no que vão vestir, como irão se pentear, as joias que escolherão, os sapatos em cima dos quais se equilibrarão. Ou não. Jennifer Lawrence, tadinha, perdeu o sapato a caminho do Bafta este fim de semana. Ela, aliás, anda sem sorte. Perdeu parte do vestido no SAG também. A Dior se apressou em dizer que o modelo era daquele jeito mesmo. De fato, havia alguns estilo “Paula Raia” naquela passarela, com uma faixa transparente, entre um pedaço de roupa e outro.

Para as grifes, claro, tapete vermelho é a maior vitrine jamais imaginada nos negócios da moda. A disputa por vestir esta ou aquela fulana é pesada. Daria um bom filme de suspense e ação. E a gente, do lado de cá, só faz apontar o dedo e dar risada. Do cabelo de uma. Da fenda da outra. É inevitável. E tem gente que abusa mesmo da nossa boa vontade, tipo Adele no Grammy, que apareceu em um Valentino almofada de casa da vó (essa é pra vc, Eliane Trindade. Vó, asssim, ok?). Bom, eu também não resisto. Nessas horas, é uma alegria não ser ninguém que vá passar perto de um red carpet nesta encarnação.  Não estarei lá, suando frio, nem hoje, nem nunca. Então… bora dar uma espiadinha, como diz o Bial.

Anúncios

Sobre deborahbresser

Não, aqui ninguém verá o look do dia. Sou da escola em que jornalista não é notícia. Nem o que veste, muito menos a bolsa que carrega ou o sapatinho que usa para bater o pezinho no chão cada vez que é contrariado. De meninas mimadas, o mundo virtual está farto. Sim, há blogs... e blogs. Mas gosto mesmo é do conceito original, de um espaço formatado para a exposição de opiniões sem amarras. Ou de informações que possam ser úteis - ou inúteis, desde que divirtam. Sempre estive nas editorias de futilidades, mas sempre argumentei que se meus colegas de Esportes vão ver jogo de futebol e dizem que estão trabalhando, eu também posso ver desfiles... e estar trabalhando. Simples assim. Já ensaiei algumas vezes usar este espaço profissionalmente, mas acabo sendo engolida pelas circunstâncias. Agora, confesso que estou decidida a tocar esse projeto com mais seriedade. São 25 anos de profissão, já vi, ouvi e vivi coisas suficientes neste mundo das modas para poder dar alguns pitacos. E tomar umas pedradas, sem que fiquem nem arranhões. É isso. Aceito sugestões, dicas, dúvidas... vamos em frente.
Esse post foi publicado em Tapete vermelho e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s